O PSDB, a justiça e os R$113.000.000,00 (113 milhões***) na Suiça de Paulo Preto

Na reta final da campanha eleitoral de 2010, o então candidato José Serra sofreu denúncias contra si envolvendo o ex-diretor da Dersa Paulo Preto – que está sendo acusado de ter R$ 113 milhões em contas secretas na Suíça que seriam produto de propinas envolvendo os tucanos José Serra e Geraldo Alckmin. O escândalo cumpre o 8º aniversário em 2018 sem que, jamais, Ministério Público, Justiça ou mesmo a imprensa tenham dedicado atenção ao caso. E o assunto só voltou à tona porque autoridades suíças cobraram alguma ação do sistema…